8 Dicas para Fazer um Churrasco Perfeito

O churrasco é uma das comidas preferidas do povo brasileiro. Mais que uma simples refeição, é considerado por muita gente um verdadeiro evento social. Por isso, é sempre a opção perfeita para reunir família e amigos para saborear deliciosas carnes assadas na brasa.

Dicas para Fazer um Churrasco

Há uma série de cuidados fundamentais na hora de preparar o churrasco perfeito, para que ele seja memorável. Foi pensando nisso que separamos para você 8 dicas para fazer o churrasco perfeito.

#1. Planejamento

Antes de ser executado, o churrasco deve ser bem planejado. Isso significa planejar bem todos os detalhes que serão fundamentais para que ele seja um sucesso retumbante.

O momento de acender o carvão é um detalhe muito importante na hora de fazer um churrasco. Para deixar o carvão no ponto para grelhar as suas carnes, é preciso que ele fique, no mínimo, uma hora de contato com o fogo. Quando o carvão começa a ganhar uma coloração esbranquiçada – ou cinza clara – é sinal que a carne está pronta para ir para a brasa.

Não se esqueça, no entanto, que a sua carne pode levar mais de uma hora depois disso para chegar ao ponto ideal de ser consumida.

2- Tempero

Não fique só no sal grosso na hora de temperar a sua carne. Todos sabemos que o sal grosso é o principal tempero do churrasco, no entanto, é possível apostar um pouco mais e explorar outros temperos que podem deixar sua carne ainda mais saborosa.

Por exemplo, nas peças de fraldinha, o sal pode ser combinado com azeite de oliva, com tomilho ou inclusive com manteiga para que a carne fique ainda mais deliciosa. É muito importante primeiro colocar o sal na carne, deixar um tempo a carne absorvendo o sal, para depois adicionar os outros temperos.

Para deixar sua carne ainda mais saborosa, uma boa pedida é misturar o sal grosso com um pouco de ervas secas, como sal de aipo, ervas ou alho. Na hora de salgar suas carnes, tenha em conta os seguintes aspectos:

  • Para a carne não perder a suculência, acrescente o sal só na hora de grelhar as carnes;
  • Evite o excesso de sal em carnes que já foram fatiadas, pois elas absorvem o sal com mais facilidade.

#3. Acompanhamentos

O acompanhamento ideal do churrasco não deve disputar com o sabor da carne. Por exemplo, nunca deve faltar carboidrato num churrasco. Por isso, ele sempre deve ser servido acompanhado de farofa, farinha de mandioca, pães de alho, batatas e arroz.

As batatas são consideradas o acompanhamento ideal. Uma maneira de preparar as batatas é embrulhá-las em papel alumínio, com a casca, e assá-las na grelha por 30 minutos. Ficam perfeitas.

Outro acompanhamento excelente para o churrasco é a salada de folhas. Aposte em folhas com sabor forte, como a rúcula e o agrião. Evite acompanhamentos com maionese ou outros ingredientes que tenham gordura. Não se esqueça que as carnes já possuem um alto teor de gordura e, por isso, os complementos devem ser mais leves.

#4. Molhos

Você pode servir suas carnes acompanhadas de molhos, tipo o vinagrete, um clássico que deixa a carne mais picante e deliciosa. Outro molho que faz sucesso é o molho de chimichurri.

Para preparar esse molho, siga as dicas

  • Pique 2 maços de salsinha e uma cabeça de alho;
  • Adicione orégano, sal, azeite, pimenta e 2 colheres de sopa de molho de tomate;
  • Reserve a mistura por uma hora antes de servir.

#5. Preparo

O segredo do sucesso do churrasco perfeito é saber explorar as técnicas de grelhar as carnes. Assim, é possível garantir o sabor, a suculência e a maciez das peças.

Para tal, comece colocando as carnes bem pertinho da brasa do carvão por um período curto – de 5 a 15 minutos. Desse modo, a superfície da carne é selada, o que evita o ressecamento do seu interior durante o preparo. Para quem prefere carnes mal passadas, esse pode ser o ponto ideal de alguns cortes de carne.

Para peças mais bem passadas ou mais grossas, será preciso transferir as carnes seladas para um lugar na grelha mais distante do fogo. Desse modo, as carnes irão grelhar de maneira homogênea.

Um cuidado que não se deve ignorar na hora de assar as carnes é com as labaredas do fogo, que são causadas geralmente por gotas de gordura que pingam na brasa enquanto a carne é aquecida. Jamais jogue água para apagar as labaredas. Para não perder a brasa e conter a altura do fogo, jogue um pouco de areia ou cinzas de um churrasco anterior.

#6. Volume de carne por pessoa

Para evitar desperdícios, é importante saber calcular um volume médio de carnes a serem assadas. O recomendado por especialistas é que sejam cerca de 400 gramas de carne por pessoa. Some o número de convidados do churrasco e divida o volume total de carne calculado entre os tipos de peça que você irá comprar.

Por exemplo: um churrasco para 4 pessoas deverá preparar cerca de 2 kg de carne (de preferência, dois tipos de entrada e dois tipos de peças maiores. Você pode dividir esses 2 kg em: 1/2 kg de linguiça, 1/2 kg de frango, 1/2 kg de fraldinha e 1/2 kg de picanha. Se o número de participantes for maior, é só dobrar ou triplicar os ingredientes.

#7. Carnes que não podem faltar

O churrasco perfeito deve conter as carnes certas. Garanta que não falte na sua lista de compras pelo menos um dos tipos de carne abaixo:

  • Linguiça
  • Costela de boi
  • Contra-filé
  • Miolo de alcatra
  • Fraldinha
  • Maminha
  • Picanha
  • Frango

#8. Grelhando vegetais e frutas

Grelhar vegetais e frutas pode ser a chave de ouro do seu churrasco perfeito. Legumes como pimentão, abobrinha e berinjela combinam bastante com a preparação grelhada, especialmente se temperados com sal e azeite de oliva.

Algumas frutas como a banana, a manga e o abacaxi também vão bem à grelha. São excelentes opções para acompanhar o seu churrasco.

Como deu para perceber, fazer o churrasco perfeito pode demandar um pouco de tempo e dedicação. Mas, com essas dicas que selecionamos para você, será uma tarefa fácil e prazerosa.